Links de Acesso

INAC denuncia pedofilia em Kwanza Sul

  • Fernando Caetano

Violência contra menores e trabalho infantil preocupam

A pedofilia na província do Kwanza-Sul, em Angola, tem ganho corpo a julgar por diversos casos de violação sexual de criança.

A denúncia é do chefe dos Serviços Provinciais do Instituto Nacional da Criança (INAC).

“A violação sexual de menores constitui uma agressão grave se tivermos em conta os danos irreversíveis que podem causar à criança para toda a vida e a nível da província do Kwanza Sul é uma situação muito preocupante”, revelou David Domingos, lembrando que foram registados mais de 10 casos nos últimos tempos.

Como forma de denunciar os casos de pedofilia, Domingos anunciou a abertura para breve da linha SOS Criança, através do número de telefone 15015.

Aquele responsável também denunciou o aumento de outros actos de violência contra as crianças, como a física e a psicológica.

“Ainda é visível a exploração do trabalho infantil, quer seja no meio urbano quer nos meios rurais e com consequências muito graves. O trabalho infantil em si não é problema mas a exploração do trabalho infantil é um problema quando nessas circunstâncias as crianças não podem usufruir de nenhum dos direitos, como o da educação e o do laser e outros”, concluiu David Domingos.

XS
SM
MD
LG