Links de Acesso

Partidos políticos acusam Dos Santos de falar de um país virtual

  • Manuel José

José Eduardo dos Santos, Presidente de Angola (JA)

José Eduardo dos Santos, Presidente de Angola (JA)

Partidos políticos apontam os assassinatos políticos registados no país e que não foram citados pelo presidente.

Os partidos da oposição acusam o Presidente da República de falar de um país virtual e não da Angola que os cidadãos conhecem.


Ao reagirem à mensagem de fim-de-ano de José Eduardo dos Santos, os partidos políticos apontaram os assassinatos políticos registados no país e que não foram citados pelo presidente.

Mendes Tadeu, da UNITA, disse que Santos fala de um país que só ele conhece.

O secretário-geral da CASA-CE Leonel Gomes também se referiu ao branqueamento do presidente quanto ao destino dos assassinos por questões políticas.

Por sua vez, o secretário-geral do PRS Benedito Daniel afirmou que o presidente devia criticar quem comete os assassinatos no país ao invés de se atirar contra os partidos políticos.

Fernando Gomes, da FNLA, considerou o discurso de Dos Santos de maquiavélico.

Finalmente, o jornalista e activista Rafael Marques acredita que o discurso do Presidente da República incrimina o próprio Dos Santos por dois motivos: a morte de Manuel Ganga por um homem da guarda do presidente, portanto, a responsabilidade é do presidente; que, ao mesmo tempo, persegue pessoas por opiniarem contra o presidente como o adolescente Nito Alves".

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG