Links de Acesso

Partido Progressista de Renovação aposta na social-democracia para Angola

  • Coque Mukuta

Tribunal Constitucional legaliza 11o. partido a menos de um ano das eleições gerais.

O Tribunal Constitucional de Angola legalizou o Partido Progressista de Renovação (PPR) que apresenta uma orientação ideológica a social-democracia de centro-esquerda e que prima pela liberdade, solidariedade e justiça social.

A nova formação política “consagra o poder criativo, construtivo e produtivo do povo angolano, explica Orlando Pucuta, presidente do PPR, para quem “a sociedade credor é o tipo de regime que inspiramos para implementarmos no nosso país”.

Frente a informações postas a circular de que o partido no poder estaria a fomentar o surgimento de pequenas formações políticas, Pucuta garante que o PPR não tem qualquer ligação com o MPLA e que não visa objectivos financeiros.

“O nosso partido aparece para fazer politica e é nos momentos difíceis que os grande talentos surgem, e estamos aqui para dar soluções aos problemas”, sublinhou Pucuta.

A menos de um ano das eleições, o presidente do PPR reconhece que o partido tem enfrentado dificuldades de implantação em virtude de os angolanos “estarem cépticos em relação à política e aos políticos”

As eleições gerais estão previstas para Agosto de 2017 e estão inscritos actualmente 11 partidos políticos.

XS
SM
MD
LG