Links de Acesso

Parlamento moçambicano debate proposta sobre assembleias provinciais

  • William Mapote

Afonso Dhlakama, líder da Renamo

Afonso Dhlakama, líder da Renamo

Trata-se de um projecto polémico que já levou a acesos debates públicos e interpretações diversificadas em todos os sectores da sociedade.

A Assembleia da República de Moçambique debate amanhã, 30, o projecto de lei para a criação das assembleias provinciais, que permitiria que a Renamo governasse em cinco províncias nas quais reclama vitória nas eleições gerais de Outubro do ano passado.

Trata-se de um projecto polémico que já levou a acesos debates públicos e interpretações diversificadas em todos os sectores da sociedade.

Nesta quarta-feira, 29, a Renamo foi chamada a duas comissões parlamentares para explicar os fundamentos do seu projecto, antes de ser debatido em plenária.

Após três horas de explicações, Édson Macuacua, presidente da Comissão dos Assuntos Constitucionais, Direitos Humanos e de Legalidade, deixou a opinião do grupo sobre o projecto classificando-o de mais político do que constitucional.

Amanhã, os debates prenunciam um clima de fortes tensões no parlamento, na medida em que a Renamo diz não esperar nada que não seja a aprovação do projecto que lhe vai permitir governar todas as províncias do centro e uma do norte, deixando apenas Cabo Delgado e as províncias do sul para a Frelimo.

XS
SM
MD
LG