Links de Acesso

Parlamento Europeu vota resolução sobre Angola

  • Alvaro Ludgero Andrade

Ana Gomes, eurodeputada

Ana Gomes, eurodeputada

Proposta apresentada pela eurodeputada Ana Gomes vai a votosesta quinta-feira e pode recomendar a reavaliação da cooperação entre a União Europeia e Angola.

A União Europeia poderá vir a reavaliar os planos de cooperação e de ajuda ao desenvolvimento a Angola, na sequência de uma resolução que será debatida e votada amanhã, quinta-feira, pelo Parlamento Europeu.

A proposta foi apresentada pela eurodeputada socialista portuguesa Ana Gomes e é sustentada por um relatório elaborado depois da visita que realizou de 26 de Julho a 2 de Agosto em Angola.

No documento, a eurodeputada acusa a União Europeia (UE) de continuar a permitir o silenciamento de práticas corruptas gritantes em Angola, ao mesmo tempo que a Europa acolhe a pilhagem do país pelos dirigentes de Luanda, onde a lavagem de dinheiro foi institucionalizada.

Ana Gomes disse à VOA que a resolução, ainda em discussão a nível dos grupos parlamentares, terá mensagens claras.

“Terá recomendações substantivas, incluindo para a União Europeia, na reavaliação da cooperação e da ajuda para o desenvolvimento a Angola e mensagens políticas muito claras que vão para além dos direitos humanos e que se ligam com a necessidade de combate ao branqueamento de capitais”, garantiu a eurodeputada.

Para Ana Gomes, “não é tempo para que a União Europeia permaneça passiva e silenciosa, observando a deterioração da situação, bloqueada politicamente em Angola, considerando também as possíveis implicações para a segurança regional e para membros, como Portugal, que de repente podem enfrentar um fluxo maciço de portugueses e cidadãos de dupla nacionalidade, como resultado da violenta perturbação na inevitável transição de poder”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG