Links de Acesso

Canadá: Tiroteio encerra parlamento em Otava e mata soldado (notícia actualizada)


Polícia canadiana de guarda ao parlamento após tiroteio em Otava (22 Out 2014)

Polícia canadiana de guarda ao parlamento após tiroteio em Otava (22 Out 2014)

Faleceu o polícia que fora atingido por atirador ainda por identificar oficialmente. Primeiro-ministro saiu a salvo do edifício onde se ouviram pelo menos 20 tiros.

Dezenas de tiros ouviram-se a meio da manhã desta quarta-feira no Parlamento canadiano em Otava depois de um atirador ter morto a tiro um soldado de serviço ao Monumento à Guerra, nas proximidades.

O atirador foi depois morto a tiro pela policia dentro do edifico principal do Parlamento.

A polícia fortemente armada, apoiada por blindados continua a cercar os vários edifícios parlamentares.

A policia diz também que está a procurar outro possível suspeito ou suspeitos e que foram ainda disparados tiros num centro comercial próximo.

O gabinete do primeiro-ministro Stephen Harper indicou que o chefe de governo deixara a área do tiroteio e se encontra a “salvo.”

A morte do soldado foi anunciada pelo ministro Jason qual afirmou que o Canadá “não vai ser aterrorizado ou intimidado” por este incidente.

Em Washington, Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca, disse que os Estados Unidos ofereceram assistência ao Canadá na investigação do ataque.

O incidente tem lugar dois dias depois de, em Montreal, um convertido ao Islão ter passado com o carro por cima de dois soldados, matando um deles.

XS
SM
MD
LG