Links de Acesso

Paquistão: Autoridades em busca dos militantes que mataram 70 pessoas ontem


Cristãs paquistanesas choram por ser seus familiares, Lahore, 28 de Março

As autoridades paquistanesas iniciaram, hoje, 28, a busca de membros de uma facção do Taliban leal ao Estado Islâmico, que reivindicou a responsabilidade por um ataque suicida contra cristãos que deixou pelo menos 70 mortos.

A Reuters escreve que a brutalidade do ataque de domingo, 27, da facção Jamaat-ur-Ahrar, no quinto atentado a bomba do grupo desde dezembro, reflecte as tentativas do movimento de aumentar sua importância entre os divididos militantes islâmicos do Paquistão.

Pelo menos 29 crianças que aproveitavam o feriado da Páscoa foram mortas quando um homem-bomba se explodiu num parque movimentado na cidade de Lahore, base de poder do primeiro-ministro Nawaz Sharif. O Paquistão é um país de maioria muçulmana, mas tem uma população cristã de mais de dois milhões de pessoas.

O ataque foi o mais mortal no Paquistão desde o massacre de 134 crianças em dezembro de 2014 numa academia militar na cidade de Peshawar, que gerou uma grande repressão do governo à militância islâmica.

XS
SM
MD
LG