Links de Acesso

Paquistão condena ataque que matou líder dos Talibã

  • Redacção VOA

Aviões não tripulados levaram a cabo o ataque dentro do Paquistão em que morreu Akhtar Mansour

O Paquistão condenou um ataque americano em que foi aparentemente morto o líder dos Talibã Mullah Akhtar Mansour, afirmando tratar-se de uma violação do seu espaço aéreo

Numa declaração o ministério dos negócios estrangeiros paquistanês disse um dos mortos no ataque por aviões não tripulados americanos tinha sido o condutor do veículo atingido, Mohamma Azamm e que a identidade do passageiros do veículo estava ainda a ser investigada.

O ataque ocorreu em território do Paquistão junto á fronteira com o Afeganistão.

Mullah Mansour

Mullah Mansour

Os serviços de espionagem afegã tinham anteriormente confirmado que o líder dos talibãs tinha sido morto no ataque.

O secretário de estado americano John Kerry, de visita á Birmânia disse que Mansoor era uma ameaça iminente ao pessoal americano, civis afegãos e forças de segurança afegãs e que Mansoor se opunha a negociações de paz.

A declaração do ministério paquistanês disse que representantes do pais e ainda dos estados Unidos, China e Afeganistão se tinham reunido na Quarta-feira para discutir meios de reviver negociações de paz no Afeganistão.

XS
SM
MD
LG