Links de Acesso

Palestina torna-se hoje membro de tribunal internacional e quer processar líderes israelitas


 Tribunal Penal Internacional

Tribunal Penal Internacional

A Palestina tornou-se hoje, 1 de Abril, formalmente membro do Tribunal Penal Internacional (TPI) e já manifestou a sua intenção de promover o julgamento de dirigentes israelitas por crimes de guerra ou ligados à ocupação de territórios palestinianos.

A pretensão, no entanto, tem consequências ainda incertas, não apenas por ser muito duvidoso que o primeiro-ministro israelita e outros dirigentes judaicos compareçam alguma vez em Haia, a sede do TPI, mas também porque se ignora até onde conduzirá esta nova e anunciada degradação das relações entre as duas partes.

Por outro lado, os dirigentes palestinianos e dos grupos radicais também podemn ser levados ao TPA pelas mesmas acusações.

XS
SM
MD
LG