Links de Acesso

"Páscoa deve ser usada para fortalecer a reconciliação" - Líder evangélico no Lubango

  • Teodoro Albano

Reverendo Dinis Eurico

Reverendo Dinis Eurico

Vigário católico lamenta afrouxamento da fé.

A Páscoa deve ser usada para fortalecer a reconciliação entre os homens em Angola, disse o presidente da Igreja Evangélica Sinodal de Angola (IESA), Reverendo Dinis Marcolino Eurico.

Dinis Marcolino Eurico não tem dúvidas: "a Páscoa é o centro do Cristianismo e neste período a igreja apela à reconciliação entre os homens".

“Tal como Deus se reconciliou com o mundo na cruz em Jesus Cristo, o homem também precisa reconciliar-se com o seu próximo”, continuou aquele líder eclesiástico que acrescentou: "No nosso país também este assunto da reconciliação precisa ser levado em conta e com seriedade, começando pelo espírito em nós mesmo e depois então propagar-se para a nossa casa para o nosso bairro para o nosso vizinho”.

Por seu lado, o vigário da Sé Catedral, padre Jonas Pacheco Simão, entende que a Páscoa é um marco importante para os cristãos e lamenta o afrouxamento da fé na ressurreição de Cristo em prol de uma sociedade consumista.

“Eu creio que devido à sociedade de consumo, de competitividade em que vivemos há uma certa forma de afrouxamento por parte de certos crentes que dizem-se cristãos, mas de facto naquilo que é essencial na fé, como é a fé na ressurreição, não têm prática da semana santa, daí que alguns cristãos infelizmente aproveitam a semana para ir passar alguns dias na praia”, disse.

Na Huíla, preces e orações nos cultos para os evangélicos e nas missas para os católicos preenchem as manhãs, tardes e noites dos templos nesta semana santa.
XS
SM
MD
LG