Links de Acesso

Oposição angolana acusa MPLA de destruir os seus símbolos

  • Coque Mukuta

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA

Os dois maiores partidos na oposição em Angola, UNITA e CASA-CE, queixaram-se mais uma vez da vandalização dos símbolos das suas formações políticas por elementos alegadamente ligados ao MPLA.

A CASA-CE acusou mesmo elementos ligados á segurança do estado de terem destruído símbolos seus no último final de semana, na centralidade do Kilamba.

Serafim Capembe Lourenço Simeão, Secretário Nacional para Organização e Mobilização da CASA-CE, disse que várias bandeiras foram destruídas e que a vandalização dos símbolos do partido se regista em quase todo país.

“Esta questão tem ocorrido a nivel de todo país e temos informações fidedigna que foram os carros dos serviços secretos que fizeram o arranque das bandeiras no Kilamba”, disse.

A UNITA, na voz do seu porta-voz Alcides Sakala, afirma que desde o fim do conflito armado, em 2002, a vandalização dos símbolos do seu partido nunca terminou.

Segundo Sakala isto tem como objectivo criar um ambiente de medo e condicionar a participação dos militantes da UNITA nos processos políticos.

“Essa prática não cessou; infelizmente ela arrasta-se desde o fim do conflito”, disse.

“A estratégia visa pôr medo às populações para os novos desafios”, acrescentou

Sakala acusou elementos afectos ao MPLA de destruir diversas sedes do seu partido.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG