Links de Acesso

Oposição em Angola admite fazer manifestação conjunta contra irregularidades no registo eleitoral

  • Manuel José

Deputado do MPLA chama Isaías Samakuva e Abel Chivukuvuku de mentirosos.

O partidos da oposição em Angola admitem juntar-se à UNITA para uma manifestação conjunta contra alegadas irregularidades do processo de registo eleitoral, caso a formação liderada por Isaías Samakuva avance com a iniciativa.

A reacção surge depois de ontem Samakuva ter admitido convocar uma manifestação, caso as autoridades não respondam e corrijam as irregularidades apontadas pela UNITA.

O MPLA, através do seu deputado João Pinto, diz que Samakuva está frustado e pertence a uma escola de mentirosos, como Jonas Savimbi e Abel Chivukuvuku.

“Vamos esperar que com o desejo manifestado, os órgãos competentes digam alguma coisa porque se não eu estou decidido a colocar este assunto na Comissão Permanente do nosso partido com a proposta de que a UNITA faça uma manifestação'', disse o presidente do principal partido da oposição na quarta-feira, 26, em Luanda.

A CASA-CE, através do seu porta-voz Lindo Tito ,assegurou à VOA nesta quinta-feira, 27, que a manifestação é um recurso legal e constitucional e, por isso, válido.

Por sua vez, o PRS considera que as manifestações só se efectivam porque são forçadas pelo próprio regime no poder.

Sapalo António acha se o MPLA e o seu Executivo fizessem tudo com base na Constituição e na lei ninguém faria manifestações.

Noutra reacção, João Baruba, secretário geral do Bloco Democrático, afirma que o seu partido é pela cidadania e por isso participa em tudo que for feito em prol do cidadão e pelo respeito dos seus direitos.

MPLA contra-ataca

Questionado sobre o assunto, o deputado pelo partido maioritário João Pinto considera que é uma chantagem política por parte do presidente da UNITA para atingir os seus intentos, mas não terá sucesso.

“A UNITA, uma vez mais, está a trazer o espantalho da chantagem, da intimidação para atingir os seus objectivos, mas não terá sucesso porque as Forças Armadas, a polícia nacional, os Serviços de Investigação estão aí atentos para travar qualquer medida que tente subverter a ordem”, alerta Pinto que considera ainda que “Isaías Samakuva está frustrado porque a mensagem sobre o estado da Nação do Chefe de Estado foi muito forte”.

“A UNITA é um partido que sempre mentiu, quer Savimbi, quer Isaías Samakuva, quer Abel Chivukuvuku, todos fazem parte de uma escola de mentiras e fazem passar mentiras várias vezes como se fosse verdade”, conclui o deputado do MPLA.

Em resposta, o vice-presidente da UNITA Raúl Danda diz que na sua língua “há um provérbio que diz: `quando um maluco está a correr nu você não deve tirar a roupa para ir atrás dele porque se não você também passa por maluco´''.

Por seu lado, Leonel Gomes, da CASA-CE, lembrou que “quando estivemos com o ministro Bornito de Sousa apresentamos provas concretas e factuais, com a presença de representantes do MPLA, factos são factos e contra eles não há argumentos”,e conclui que “ mentiroso é quem não quer aceitar a verdade porque foi apanhado como um gato no saco, escondido com o rabo de fora''.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG