Links de Acesso

ONU reitera apoio à desminagem em Moçambique

  • Francisco Júnior

Este ano, a ONU, através do PNUD, prevê investir mais de 6 milhões de dólares no programa de desminagem em Moçambique.

A cessação das hostilidades e o processo de pacificação do país sempre contaram com a ajuda das Nações Unidas.

Uma das áreas onde a ONU intervém, prestando assistência técnica e financeira, é a da desminagem. Logo que o programa começou, em 1993, as Nações Unidas dispuseram-se a apoiar.

E desde então já desembolsaram mais de 30 milhões de dólares americanos, fundos próprios e de parceiros de cooperação, para financiar operações de desminagem em Moçambique.

A Coordenadora Residente da ONU em Moçambique Jennifer Topping diz que todo o investimento feito na área da desminagem, em Moçambique, valeu a pena.

Moçambique acolhe desde segunda-feira a terceira conferência de Revisão da Convenção de Ottawa, um tratado que prevê a proibição do uso, armazenamento, produção e transferência de minas antipessoais em todo o mundo.

Jennifer Topping acredita que o encontro de Maputo será um sucesso.

Moçambique está na lista dos cinco países mais minados do planeta, mas deve sair dessa lista este ano. Até finais de Dezembro, devem ficar concluídas as operações de limpeza em todas as áreas minadas.

As necessidades financeiras previstas para essas operações estão orçamentadas em 17 milhões de dólares .

A Coordenadora Residente das Nações Unidas Jennifer Topping confirmou à VOA que, para este ano, a ONU, através do PNUD, prevê investir mais de 6 milhões de dólares americanos no programa de desminagem em Moçambique.

XS
SM
MD
LG