Links de Acesso

Onofre dos Santos "desmente" antigo secretário de Estado americano Adjunto

  • Redacção VOA

Onofre dos Santos

Onofre dos Santos

Presidente da Comissão Executiva de Eleições de 1992 diz que JES não pediu para mudar os resultados das eleições, como escreveu Herman Cohen.

O antigo director da Comissão Executiva das Eleições Onofre dos Santos considerou como sendo “uma invenção” a revelação do antigo secretário de Estado americano para os Assuntos Africanos Herman Cohen, que revelou ter o Presidente José Eduardo dos Santos pedido àquele órgão para reduzir sua vitória em 1992 no sentido de permitir uma segunda volta comJonas Savimbi.

A revelação de Cohen está no seu livro The Mind of the African Strongman: Conversations with dictators, statesmen, and father figures (A mente do homem forte africano: conversa com ditadores, estadistas e figuras paternal) e que foi notícia aqui na VOA.

Onofre dos Santos disse nesta quarta-feira, 9, à rádio estatal angolana que as sugestões de Herman Cohen, reflectem a ideia de que as eleições em África são facilmente manipuláveis.

O antigo secretário de Estado adjunto para os Assuntos Africanos dos Estados Unidos revela no seu livro que o Presidente angolano obteve mais votos do que foi oficialmente anunciado nas eleições de 1992.

Cohen escreve que, após as eleições no final de Setembro de 1992, encontrou-se com José Eduardo dos Santos que lhe terá dito que receava que Jonas Savimbi não iria aceitar o resultado das eleições.

“Por essa razão”, escreveu o antigo diplomata americano, “José Eduardo dos Santos teria implorado ao presidente da Comissão Eleitoral independente para baixar o total de votos conseguidos por ele, de 51% para 49% “para que Savimbi pudesse ter uma oportunidade de ir à segunda volta”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG