Links de Acesso

Omunga lança campanha para apoiar família de Marcos Mavungo


Esposa do activista, que viu o seu salário suspenso, diz que o secretário de Estado Bento Bembe disse que a prisão é ilegal.

João Marcos

Em Benguela, a associação Omunga procedeu esta quinta-feira, 24, ao lançamento de uma campanha de recolha de fundos para a família do activista José Marcos Mavungo, que viu a Chevron suspender o pagamento dos seus salários.

Mavungo foi detido há mais de três meses por alegadas actividades contra a segurança do Estado depois de ter anunciado a sua intenção de organizar uma manifestação contra a má governação e violação dos direitos humanos em Cabinda.

Após o acto, a esposa, Delfina Mavungo, mãe de sete filhos, lamentou, para além do péssimo estado de saúde do marido, a sua situação.

Desempregada, por isso sem dinheiro até para comprar alimentos, ela conta que chegou a receber garantias do secretário de Estado para os Direitos Humanos Bento Bembe que, segundo ela, lhe afirmou num comentário que a prisão de Marcos Mavungo era ilegal.

Sem salário desde Maio, o activista de direitos humanos deve perder o cartão de saúde dentro de seis meses, conforme informou a esposa que diz não entender porque a Chevron lhe cortou o salário.

José Patrocínio, da Omunga, disse que a sua organização não podia estar indiferente a esta realidade, sendo, por isso, a campanha de apoio.

Os interessados deverão canalizar a ajuda na conta da SOS/HABITAT domiciliada no Banco de Fomento de Angola.

XS
SM
MD
LG