Links de Acesso

OMS não declara a Síndrome Respiratória do Médio Oriente uma emergência sanitária mundial


Pessoas usam máscaras como prevenção para o MERS

Pessoas usam máscaras como prevenção para o MERS

O comité de emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS), responsável por avaliar a perigosidade da Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS), decidiu que por enquanto esta não constitui razão para alarme mundial.

Os especialistas reuniram-se pela nonagésima vez desde que o surto começou, em 2012, e as suas conclusões foram dadas a conhecer pela OMS.

Como mais relevante sobressai o facto de os peritos entenderem que, de momento, não se justifica declarar-se a MERS uma emergência sanitária mundial, porque nem sequer existe comprovação de haver uma transmissão sustentada do vírus na comunidade internacional.

XS
SM
MD
LG