Links de Acesso

Oito seitas religiosas proibidas de funcionar no Huambo


Cidade do Huambo

Cidade do Huambo

O Governo da província angolana de Huambo encerrou coercivamente oito seitas religiosas ilegais entre 17 identificadas. A responsável para os Assuntos Religiosos da Direcção Regional de Cultura do Huambo, Elisa Ginga, disse que 58 igrejas estão reconhecidas na província, havendo registo de 41 não reconhecidas, 17 das quais sem qualquer tipo de documentação, que, segundo ela, também serão alvo de encerramento.

Em causa estão igrejas que funcionavam de forma ilegal, sem autorização ou reconhecimento do Estado, mas praticando o culto, cujos espaços de concentração foram selados pelas autoridades.

A decisão acontece depois dos conflitos registados no dia 16 entre a polícia e fiéis da seita A Luz do Mundo que provocaram, segundo as autoridades, a morte de noive policias e 13 civis, enquanto a Unita e activistas falam em centenas de vítimas mortais.

XS
SM
MD
LG