Links de Acesso

Odebrecht projecta conclusão de obras de requalificação em Kwanza-Sul

  • Fernando Caetano

Presidente da Oderbrecht para África, António Carlos Blando

Presidente da Oderbrecht para África, António Carlos Blando

O Governador Eusébio de Brito Teixeira disse que o balanço da execução das obras é positivo mas é preciso fazer muito mais e de forma célere.

Nas cidades do Sumbe, Porto-Amboim e Gabela, em Kwanza Sul, continuam os trabalhos de requalificação. Ontem 4 de Junho, na cidade do Sumbe, a construtora brasilira Odebrecht entregou a rua 1º de Maio totalmente concluída.

No acto estiveram presentes o Governador da Província Eusébio de Brito Teixeira e o presidente da Odebrecht para África António Carlos Blando.

Depois da visita demorada as várias obras da Odebrecht o presidente daquela construtora António Carlos Blando mostrou-se satisfeito com o empenho do seu pessoal e agradeceu a confiança do Governo local para que os trabalhos decorressem sem sobressaltos.

Blando sublinhou que é missão da sua empresa servir as populações angolanas nos mais variados aspectos. A geração de riquezas através de infraestruturas e o gosto de melhor fazer se afiguram para a Odebrecht, segundo Blando, como algo de que se orgulha quando servem os mais necessitados.

Da gama de projectos de vulto da Odebrecht, segundo o seu presidente, incluem os sectores de água e energia, rede de esgotos e o tratamento da a água a fornecer às populações.

Sobre os trabalhos das infraestruturas integradas, o presidente da Odebrecht para a África disse ter constatado avanços significativos. Ele anunciou por outro lado a injecção de mais recursos humanos e técnicos para a continuidade dos trabalhos.

"Vejo que os resultados estão acontecendo, no entanto é uma primeira etapa, existem outras por fazer e já temos contrato para dar sequência a esse trabalho", disse.

Quanto à manutenção das vias depois da conclusão, António Carlos Blando frisou que será da inteira reapsonsabilidade da Odebrecht, de forma periódica e respeitando as normas.

Sobre a conclusão de todos os trabalhos António Blando foi peremptório ao apontar os meses de Maio e Junho de 2017 para a entrega das obras de requalificação das cidades de Sumbe, Porto-Amboim e Gabela.

Por seu lado, o Governador da província Eusébio de Brito Teixeira disse na ocasião que o balanço da execução das obras é positivo em termos daquilo que foi programado. No entanto, Teixeira disse ser preciso fazer muito mais e de forma célere.

Recorde-se que, no âmbito do projecto integrado das infraestruturas, a primeira fase na cidade do Sumbe se apresenta com 90,5% de redes viárias executadas, 85% de terraplanagem, 75% de pavimentação e 49% de causas civis.
Por seu turno, Porto-Amboim concluiu o canal 01 para escoamento das águas para o mar, enquanto a Gabela vai com 95% de redes viárias executadas, 91% de terraplanagem, 70% de pavimentação e 91% de causas civís concluídas esperando agora a fase seguinte.

O projecto de requaliicação das três cidades teve início em 2012.
XS
SM
MD
LG