Links de Acesso

Barack Obama prometeu reformar o sistema de imigração norte-americano

  • Kent Klein

Presidente Barack Obama na cidade do México

Presidente Barack Obama na cidade do México

Os Estados Unidos e o México são “dois parceiros iguais”

Os presidentes Barack Obama e Enrique Pena Nieto afirmaram que vão trabalhar juntos para integrar ainda mais as economias dos Estados Unidos e do México, e para combater o crime através da fronteira comum.

Após o encontro na cidade do México, o presidente Obama indicou estar a trabalhar com Pena Nieto no sentido de reforçar o aumento do relacionamento económico, que produz mais de meio trilião de dólares anuais em trocas comerciais.


“Os Estados Unidos são o maior consumidor da maioria das exportações mexicanas. O México é o segundo maior mercado para as exportações dos Estados Unidos. Todos os dias as nossas empresas e os nossos trabalhadores produzem produtos em conjunto”.

Os dois presidentes concordaram em melhorar a infra-estrutura na fronteira, realizar maior número de discussões sobre comércio, e melhorar o relacionamento com a Europa, Ásia e o Pacifico.

Os dois líderes sublinharam o desejo de mudar o relacionamento americano-mexicano do âmbito das drogas e da segurança para a economia.

Esta mudança pode reforçar o relacionamento segundo o analista Carl Meacham do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais.

“Isto oferece à administração uma oportunidade de juntar elementos diversos que podem renovar o relacionamento, e motivar as pessoas sobre os Estados Unidos e a região de uma forma que não foi feita no passado.”

A segurança foi o principal tema do encontro entre os dois presidentes. O presidente Pena Nieto decidiu limitar o acesso das agências de segurança americanas no México envolvidas no combate ao trafego de drogas e ao crime organizado.

O dirigente mexicano minimizou a alteração indicando que não irá diminuir a cooperação com os Estados Unidos no combate através das fronteiras.

Barack Obama prometeu trabalhar no sentido de reduzir a procura norte-americana de drogas ilegais e o número de armas ilegais que entram no México.

O presidente dos Estados Unidos Barack Obama prometeu reformar o sistema de imigração norte-americano, que sublinhou não reflectir de momento os valores americanos e causam a algumas pessoas “viver na sombra”.

A declaração foi feita por Obama perante um grupo essencialmente composto por estudantes e decorreu no Museu Nacional de Antropologia da cidade do México.

Obama referiu que os Estados Unidos e o México são “dois parceiros iguais”, acrescentando que “as distorções existentes nos dois países criaram maus entendidos”, “esperando que os mesmos sejam corrigidos”.
XS
SM
MD
LG