Links de Acesso

Obama exorta Hamas a acabar ataques com mísseis contra Israel

  • Redacção VOA

Israel ameaça alargar ofensiva contra Hamas. Número de mortos aumenta.

O Presidente dos Estados Unidos Barack Obama disse que esforços para se resolver o confronto entre Israel e o grupo palestiniano Hamas tem que começar com o fim do disparo de mais misseis contra Israel.

Falando durante a visita que está a efectuar Banguecoque, Obama reiterou o apoio dos Estados Unidos ao que disse ser o direito de Israel de se defender de mísseis disparados de Gaza contra populações civis.

Obama disse que seria preferível pôr termo ao disparo de misseis sem que Israel tenha que aumentar a sua ofensiva de cinco dias contra os militantes de Gaza.
O presidente Obama disse ter mantido diversas conversações com os dirigentes de Israel, Egipto e Turquia para se tentar alcançar esse objectivo.

Israel levou a cabo mais ataques aéreos contra o que disse serem alvos do Hamas. Esta organização respondeu com mais disparos de mísseis contra Israel. Dois deles foram disparados contra Tel Aviv mas foram interceptado por mísseis anti míssil.
Em Gaza entidades oficiais disseram que o número de mortos subiu para 53. Rockets palestinianos mataram até agora três civis israelitas.

Vários civis foram hoje mortos num ataque a uma residência. Israel disse ter morto o responsável pela unidade de misseis do Hamas na faixa de Gaza

Aviões israelitas atacaram dois centros de meios de informação na cidade de Gaza ferindo oito jornalistas. Um deles teve uma perna amputada.

As autoridades militares israelitas disseram ter atacado equipamento de comunicações do Hamas e apelou aos jornalistas para se manterem afastados de posições dos militantes e seus operacionais

O primeiro-ministro israelita disse que que o seu país está pronto a expandir significativamente as operações contra os militantes do Hamas.

Milhares de tropas israelitas estão concentrados na fronteira com Gaza para uma possível invasão do território.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG