Links de Acesso

Nyusi e Frelimo lideram após resultados de nove províncias

  • VOA Português

Faltam conhecer apenas os resultados da Zambézia e Sofala.

A Comissão Nacional de Eleições de Moçambique divulgou hoje, 22, os resultados intermédios das eleições de 15 de Outubro, faltando apurar apenas os resultados finais na Zambézia e Sofala. Os números deverão ser conhecidos ainda hoje.

Em relação às presidenciais, o candidato da Frelimo Filipe Nyussi segue à frente com 59,2 po cento dos votos, seguido do candidato da Renamo Afonso Dhlakama, com 34,4 por cento, e Daviz Simango do MDM, com 6,3% dos votos.

Quanto às eleições para a Assembleia da República, a Frelimo conseguiu até agora um total de 59,3 por cento dos votos, contra 32,4 por cento da Renamo e 8,29, do MDM.

De acordo com os resultados intermédios das legislativas, a Frelimo conseguiu menos de 50 por cento dos votos nas províncias de Nampula(45), Tete(48,2), Manica(47,6), Zambézia(43,2), e Sofala(38,4).

No que se refere às assembleias provinciais, em Maputo a Frelimo venceu com 65,4 por cento, a Renamo ficou na segunda posição com 16,2 por cento e o MDM, com 12,2 por cento.

Na província de Gaza, a Frelimo alcançou 85,9 por cento, o MDM 4 por cento e a Renamo 3,3 por cento. Por sua vez em Inhambane, a Frelimo lidera com 67,5 por cento, a Renamo, 15,2 por cento, e MDM, 6,1 por cento.

Em Sofala, a Renamo alcançou 41,3 por cento, a Frelimo 31,8 e o MDM 15,5.

Na província de Manica, a Frelimo venceu com 43,1 por cento, seguida da Renamo com 41,4 e MDM com 5,3.

Em Tete, a Renamo ganhou com 46 por cento, seguida da Frelimo com 33,4 e do MDM com 7.

Na Zambézia, a Renamo conseguiu 38,4 por cento dos votos, seguindo-se a Frelimo com 32,9 e o MDM com 15,4

Em Nampula a Renamo alcançou 40,2 por cento, seguida da Frelimo com 36 e do MDM com 7,9.

Na província de Cabo Delgado a Frelimo venceu com 64,7 por cento, seguida da Renamo com 15,3 e do MDM com 4,2.

Por último, no Niassa a Renamo venceu com 38,3 por cento, seguida da Frelimo com 37,7 e do MDM com 10 por cento dos votos.

Aguarda-se a todo o mundo a apresentação de todos os resultados das províncias. Recorde-se que a CNE tem até o dia 30 para apresentar os resultados globais finais.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG