Links de Acesso

Nova presidente do PAICV sai reforçada no congresso do partido

  • VOA Português

Janira Hopffer Almada, presidente do PAICV (Cabo Verde)

Janira Hopffer Almada, presidente do PAICV (Cabo Verde)

José Maria Neves deixa liderança do PAICV, no poder em Cabo Verde, depois de 15 anos.

A presidente do PAICV, partido no poder em Cabo Verde, que ganhou as eleições directas em Dezembro passado, reforçou a sua liderança no congresso da organização que terminou hoje, 25, na cidade da Praia.

A lista apresentada por Janira Hopffer Almada para o Conselho Nacional, o mais importante órgão do partido, conseguiu 63,3 por centos dos votos, o que lhe permitiu colocar 32 membros num total de 64 membros. A lista de Felisberto Vieira, segundo classificado nas eleições directas de Dezembro, conseguiu colocar 14 votos no Conselho Nacional e a terceira lista, liderada por Cristina Fontes Lima, ficou com quatro membros.

Para o Conselho Nacional de Jurisdição e Fiscalização, a lista da presidente conseguiu cinco dos sete membros.

Com estes resultados, a presidente do PAICV, de 35 anos de idade e a primeira mulher a ser eleita líder de um partido do arco do poder no arquipélago, foi a grande vencedora de um congresso que contou com três listas para os órgãos sociais do partido.

Janira Hopffer Almada, que nas directas conseguiu 51 por cento contra os 40 por cento de Felisberto Vieira e 8 por cento de Cristina Fontes Lima, agradeceu os congressistas pela confiança, dizendo que a recebe com toda a humildade.

No seu discurso ela reiterou o seu compromisso trabalhar “de sol a sol”, afincadamente, fazendo o melhor que sabe e pode para o fortalecimento do partido e a prosperidade de Cabo Verde.

Felisberto Vieira confirmou o seu sentimento de dever cumprido, por ter contribuído para o reforço da democracia interna, para o fortalecimento da pluralidade de ideias e de propostas dentro do PAICV, “respeitando, naturalmente, com toda a humildade, a votação e a decisão do Congresso”.

Por seu lado, Cristina Fontes Lima considerou que o PAICV ganhou porque reafirmou a vontade do eleitor de dar uma força à presidente eleita no sentido de ter condições de liderar e também porque garantiu a pluralidade no Conselho Nacional.

O 14o. congresso do PAICV que terminou este domingo marcou a saída de José Maria Neves que assumiu a liderança do partido em 2000. No ano seguinte, Neves ganhou as eleições legislativas de conseguiu repetir as vitórias em 2006 e 2011, o que o transformou no primeiro líder partidário a ganhar três eleições legislativas em Cabo Verde.

José Maria Neves vai, no entanto, continuar na chefia do Governo até o primeiro semestre de 2016, quanto termina a actual legislatura, enquanto Janira Hopffer Almada será a líder do partido.

Depois da homenagem a que foi alvo no congresso, Neves fez um discurso emocionado em que falou dos sacrifícios realizados nesses 15 anos e garantiu aos filhos que irá ser muito mais presente do que foi. Num dos momentos mais altos, ele deixou escapar algumas lágrimas quando se referiu ao filho maior que foi baleado recentemente e encontra-se no exterior em tratamento.

Na sua intervenção, José Maria Neves dedicou alguns minutos à oposição ao dizer que se "respeitar a oposição" porque só assim pode-se fazer "boa governação".

XS
SM
MD
LG