Links de Acesso

Burundi: Nkurunziza aceita conversar com a oposição, diz o chefe das Nações Unidas


Ban Ki-moon e Pierre Nkurunziza, em Bujumbura, 23 de Fevereiro.

Ban Ki-moon e Pierre Nkurunziza, em Bujumbura, 23 de Fevereiro.

O Secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse, hoje, que o Presidente Pierre Nkurunziza, do Burundi, aceita conversar com os líderes da oposição para acabar com crise política de cerca de um ano.

Ban fez anúncio em Bujumbura, a capital do Burundi, onde deverá se encontrar com políticos e membros da sociedade civil.

O chefe das Nações Unidas acrescentou que as duas partes prometem um “diálogo inclusivo”.

Esta visita acontece depois de uma delegação do Conselho de Segurança das Nações Unidas ter-se deslocado ao país para pressionar conversações entre Nkurunziza e seus rivais.

Antes da chegada de Ban, quatro pessoas morreram em dois ataques separados com granadas em Bujumbura.

A violência, que iniciou quando Nkurunziza anunciou a sua recandidatura, em Abril do ano passado, resultou na morte de mais de 400 pessoas e fuga de 230 mil.

Observadores receiam outra guerra civil ou o pior no país com etnias Hutu e Tutsi.

XS
SM
MD
LG