Links de Acesso

Designação da Boko Haram como organização terrorista estrangeira pode ter efeitos negativos para a Nigéria

  • Redacção VOA

Especialistas afirmam que nos bastidores dessas organizações, a designação terrorista internacional torna o grupo mais famoso e há quem pensa que venha a ser prejudicial para a Nigéria.

Os Estados Unidos designaram o grupo de milícias nigeriano Boko Haram e o seu derivado Ansaru de organizações terroristas e, na Nigéria, muitos pensam que essa denominação vai forçar o governo a por fim à crise de segurança.

As autoridades nigerianas denominaram a Boko Haram de organização terrorista há anos isso enquanto impiedosamente o grupo militante ia matando milhares de pessoas e forçando dezenas de milhares de outras a fugirem de suas áreas de residência.

Para os nigerianos, a decisão dos Estados Unidos significa que o país passa a alojar duas organizações terroristas, e poderá agravar ainda mais a situação.

Dauda Yakubu, secretário da Associação Cristã da Nigéria no Estado de Kacuna, pensa que a decisão do governo americano vai prejudicar o bom nome do país e afugentar e os investidores.

“Acredito que nenhum Estado ou nenhum país ou nação que está envolvido em questões terroristas consegue se desenvolver e nunca haverá paz naquele país”, disse Yakubu.

Abdullahi al-Hassan um estudante universitário em Kaduna diz que vai ser ainda mais difícil para os nigerianos viajar para o estrangeiro, porque as autoridades nos aeroportos internacionais vão suspeitar que qualquer nigeriano seja terrorista.

“Existem também cidadãos que não estão contentes porque em viagens a outros países vão ser submetidos a vigilâncias terroristas, embora não tenham nada a ver”, disse.

Outros nigerianos adiantam que embora a nova decisão imponha restrições dos Estados Unidos em se relacionar com a Boko Haram e a Ansaru, na verdade nada irá mudar com nas relações com a Nigéria.

O jornalista Garba Iliasu diz que os Estados Unidos deviam ter designado os dois grupos como organizações terroristas há quatro anos, altura do início da insurreição.

“Estávamos à espera que se houvesse sinceridade da parte dos Estados Unidos acerca da tão propalada ´guerra contra o terror´, os americanos deviam ter feito há muito o que agora estão a fazer”, disse Iliasu.

Outros analistas afirmam que a insurreição da Boko Haram, que forçou o governo federal nigeriano a decretar o estado de emergência em três Estados do norte do país, é demasiadamente forte que não pode ser combatida sem o apoio internacional.

Por outro lado, os especialistas em segurança alertam que a designação como organização terrorista pode dar a esses grupos mais prestígio entre os militantes islamitas e potencialmente reforçar as suas fileiras de apoio.
XS
SM
MD
LG