Links de Acesso

Nigerianos fogem para os Camarões para escapar ao Boko Haram

  • Redacção VOA

Os nigerianos afirmam que se não fugissem as suas vidas estariam em perigo acrescentando que as suas aldeias na Nigéria estão agora desabitadas.

A agência das Nações Unidas para os refugiados afirmou que milhares de nigerianos se refugiaram nos últimos 10 dias nos vizinhos Camarões fugindo aos ataques do grupo militante Boko Haram.

Aquela agência da ONU afirma que os nigerianos continuam a temer pelas suas vidas visto que os ataques não param na fronteira.

De acordo com as autoridades camaronesas, pelo menos 9 mil pessoas chegaram à região norte do país e que muitas mais continuam a chegar. Outras mil e 500 pessoas fugiram para o Níger.

A UNHCR afirma que os nigerianos fogem dos ataques consecutivos das últimas 3 semanas na região de Gwoza no estado nigeriano de Borno. Contudo o porta-voz da agência Adrian Edwards afirma que mesmo depois da sua chegada aos Camarões os refugiados não estão sãos e salvos: “ A UNHCR está muito preocupada com o facto de depois de atravessarem a fronteira eles continuam a ser perseguidos pelos rebeldes. Já começamos a realojar alguns dos refugiados noutro local onde dispõem de condições mais seguras.”

Mas, segundo Edwards há sérias dificuldades. Os funcionários da agência têm tido acesso limitado às zonas fronteiriças nas últimas semanas por causa da crescente insegurança.

Mesmo assim conseguiram chegar a uma cidade nortenha durante o fim-de-semana onde acolheram novos refugiados. Acrescentou que alguns estão a dormir no chão de escolas e de igrejas e que muitos, sobretudo as crianças padecem de problemas de saúde.

Os nigerianos afirmam que se não fugissem as suas vidas estariam em perigo acrescentando que as suas aldeias na Nigéria estão agora desabitadas.

Segundo a UNHCR, o numero total de refugiados nos Camarões é agora de cerca de 39 mil e no momento em que os rebeldes nigerianos do Boko Haram aumentam os seus ataques no norte da Nigéria aquela agência da ONU prevê que o seu numero continue a aumentar.

XS
SM
MD
LG