Links de Acesso

Nigéria: População de Damasak confirma sequestro de 500 mulheres e crianças


Martha Mark exibe a foto da filha raptada em Chibok, Nigeria.

Martha Mark exibe a foto da filha raptada em Chibok, Nigeria.

Pelo menos 500 mulheres e crianças foram sequestradas no final de 2014 pelo grupo islâmico Boko Haram em Damasak, nordeste da Nigéria, mas as autoridades ignoram as informações sobre esse sequestro em massa, apurou, esta semana a AFP, junto de habitantes locais.

Maior do que o sequestro das 276 estudantes de Chibok, este último aconteceu em 24 de novembro de 2014, segundo um funcionário local, um líder da comunidade, um idoso e um morador de Damasak entrevistados pela AFP.

A AFP escreve que sob a presidência de Goodluck Jonathan, o governo nigeriano desmentiu, em março de 2015, as notícias sobre esse sequestro coletivo. Um senador local e uma fonte de segurança também negaram essas informações.

Mas moradores confirmaram à AFP o conteúdo de um relatório da ONG Human Rights Watch publicado esta semana.

Um funcionário local disse à AFP que "mantivemos silêncio sobre esse sequestro por medo de provocar a ira do governo, já às voltas com o constrangimento provocado pelo sequestro das estudantes de Chibok.

O sequestro estudantes em Chibok, em Abril de 2014, provocou uma onda de indignação internacional.

XS
SM
MD
LG