Links de Acesso

National Geographic descobre novas espécies de peixe em Kwando Kubango

  • Fernando Caetano

A organização National Geographic descobriu novas espécies de peixe no rio Cuito, no Kwando Kubango, e reencontrou aves que praticamente desapareceram do Okavango na Namibia.

Os cientistas navegaram o rio Cuito em pirogas, tendo feito o trajecto Cuito Kwanavale - Dirico, onde existe uma numerosa população de crocodilos e hipopótamos.

O biólogo Steve Boyes, da National Geografic, descreve a expedição como grande aventura, afirmando que na zona onde estiveram “o rio Cuito tornou-se mais selvagem, mais perigoso, com muitos crocodilos e hipopótamos”.

“Um grande hipopótamo atacou-nos e a minha canoa virou, pensei que ía morrer, mas no final compreendi que devemos respeitar o rio Cuito, porque é totalmente selvagem," disse.

As 60 novas espécies de peixes são, segundo Boyes, uma valiosa riqueza, que atrai muitos pássaros que há muito sumiram do Okavango, mas que agora encontraram o seu habitat no rio Cuito.

Adjani Costa, a única angolana integrante da expedição, é uma jovem que cedo se revelou apaixonada pela vida selvagem. Ela disse que a expedição tinha sido em termos físicos “muito difícil, mas absolutamente espectacular.”

“Em termos da biodiversidade,comunidades que encontramos no caminho, paisagem, só a cascata do rio Cuito por si só compensou toda a exaustão," acrescentou.

O zoólogo John Hilton lançou um apelo para a preservação da biodiversidade e prometeu apoiar o Governo do Cuando Cubango no aproveitamento económico dessa riqueza natural.

O governador Higino Carneiro congratulou-se com a descoberta e espera que as próximas expedições tenham mais cientistas angolanos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG