Links de Acesso

Não há certidão, não há problema, diz governo do Namibe

  • Armando Chicoca

Pacheco Francisco

Pacheco Francisco

Medida vai permitir que crianças se matriculem sem certidão de nascimento que será registado no acto da matrícula.

Não há certidão não há problema, essa é a decisão das autoridades do Namibe que vai assim permitir que crianças sem documentos se matriculem nas escolas.

Numa medida marcada pela sua criatividade, o registo nas escolas vai permitir também que ao mesmo tempo os nascimentos sejam registados.

A medida, segundo o director provincial da Educação em Namibe Pacheco Francisco, visa a inclusão de crianças que por razões diversas não frequentavam as aulas por falta de cédula pessoal ou certidão de nascimento. A decisão do sector da educação conta com o apoio da Delegação Provincial do Namibe da Justiça.

Os pais ou encarregados de educação são chamados a registar os seus educandos, simultaneamente, fazendo o respectivo registo de nascimento nas respectivas escolas. Os sobas, régulos, igrejas e sociedade civil, segundo Pacheco Francisco, são igualmente chamados a colaborar na sensibilização das comunidades para a empreitada.

Aquele responsável diz estar preocupado com a qualidade de ensino na província, estando na forja o ciclo de treinamentos pedagógicos quinzenais no seio dos professores, visando aprimorar as suas competências e fazendo com que os professores fracos sejam ajudados por docentes mais competentes.

Rui Falcão

Rui Falcão

O desafio “Namibe inteligente” proposto pelo governador do Namibe Rui Falcão, na sua mensagem por ocasião de fim de ano, foi correspondido com o sistema avançado de gestão de bases dos dados escolares.

Os sucessos, os fracassos e o comportamento dos estudantes estarão à disposição dos encarregados de educação a partir das suas residências, bastando aceder o site da escola onde estudam os petizes, garantiu Pacheco Francisco.

XS
SM
MD
LG