Links de Acesso

Nampula vai repetir na íntegra as eleições municipais

  • Faizal Ibramugy

Votação em Nampula foi anulada, repetindo-se a 1 de Dezembro

Votação em Nampula foi anulada, repetindo-se a 1 de Dezembro

As eleições vão ser repetidas apesar dos partidos políticos continuarem a levantar a questão de falta de verbas para financiarem o novo escrutínio.

A Comissão Nacional de Eleições de Moçambique anulou a eleição para a Assembleia Municipal na cidade de Nampula, como defendeu o Partido Humanitário de Moçambique PAHUMO, cuja candidata à presidência do município ficou fora do boletim de voto.


Na base desta decisão está o facto de não haver garantias de que as urnas da eleição para a Assembleia Municipal realizados no passado dia 20 não tenham sido violadas.

A eleição para a Presidência do Munícipio e para a Assembleia Municipal de Nampula realiza-se a 1 de Dezembro, apesar dos partidos políticos continuarem a levantar a questão de falta de verbas para financiarem este novo acto eleitoral.

A decisão foi tomada na sequência da anulação, numa primeira fase, devido ao facto de a candidata do Partido Humanitário de Moçambique, PAHUMO, Filomena Mutoropa não ter constado dos boletins de voto.

A decisão de anular também a eleição para a Assembleia Municipal foi anunciada depois de uma reunião entre a Comissão Nacional de Eleições e os partidos participantes, na passada sexta-feira, em que as forças da posição recusaram-se a fazer a guarnição das urnas que, ao contrário do que estipula a lei, apenas estavam à guarda de representantes da Frelimo.

É que na deliberação que anula a eleição do presidente municipal, a CNE instruiu a Comissão Provincial de Nampula a conservar com segurança as urnas, envolvendo todos os partidos políticos concorrentes, o que não aconteceu.

No referido encontro, Siaca Mussagy, do PAHUMO, Cândida Caetano, do MDM e Isidro Ali Assane, do PDD, recusaram a receber cópias das chaves do armazém porque, segundo eles, já se passavam três dias, pelo que a solução final foi mesmo de anular todo processo.

O Conselho de Ministros deverá confirmar hoje oficialmente o dia 1 de Dezembro como data para as eleições em Nampula, como estipula a lei eleitoral.
XS
SM
MD
LG