Links de Acesso

Nampula: Sensibilização de eleitores para reduzir abstenção

  • Faizal Ibramugy

Agente de educação cívica eleitoral em Nampula

Agente de educação cívica eleitoral em Nampula

O STAE aumentou o número de agentes de educação cívica ao nível das 7 cidades e vilas municipais.

O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral, STAE, e algumas Organizações Não Governamentais na província Moçambicana de Nampula estão empenhados na mobilização social do eleitorado, com o objectivo de reduziras crescentes taxas de abstenção eleitoral.
O STAE aumentou nestas eleições o número de agentes de educação cívica ao nível das 7 cidades e vilas municipais e integrou pela primeira vez os líderes comunitários nas acções de sensibilização do eleitorado.
Isabel Tirano é directora Provincial do STAE na província de Nampula, justificou o envolvimento dos líderes dizendo que eles são figuras de reconhecida influencia e que se envolvendo na educação cívica, o número de pessoas a não votar será muito menor.

Algumas organizações como o Instituto para o Desenvolvimento da Sociedade Civil, Facilidade e Instituto Holandês para o Desenvolvimento da democracia multipartidária disponibilizaram seus activistas na mobilização do potencial eleitorado.
O objectivo é único: ver todos recenseados a afluir em massa às mesas de votação, reduzindo deste modo os índices de abstenção eleitoral que têm vindo a crescer de eleição a eleição.

Embora não tenham sido tornados públicos os dados sobre a abstenção nas eleições anteriores, sabe-se que os processos eleitorais no país, nomeadamente as eleições gerais e municipais, têm sofrido grande revês no que diz respeito ao número de eleitores que votam, chegando a abstenção a atingir a metade ou mais dos votantes inscritos.

Isidro Ractone, oficial de programas do Instituto Holandês para o Desenvolvimento da Democracia Multipartidária, disse que a sua organização pretende dar força as instituições de administração eleitoral, fornecendo activistas na educação cívica com o propósito de contribuir para que haja maior participação nas eleições que se avizinham. A VOA acompanhou uma sessão de educação cívica eleitoral junto ao posto administrativo de Namicopo. De casa em casa, o grupo constituído por dez activistas eleitorais do STAE foi espalhando informações sobre a necessidade de aderência massiva do eleitorado no dia da votação.

Os agentes explicam que mesmo, os eleitores que por qualquer motivo perderam o seu cartão de eleitor, devem se dirigir ao local do recenseamento porque lá, o seu nome consta, bastando para o efeito exibir uma identificação.
Feita a mobilização casa a casa e cidadão por cidadão, os agentes procuram um lugar de aglomerado populacional, e proporcionam um espectáculo, usando a dança, teatro com temas mostrando a necessidade de participação do eleitorado nos postos de votação.

O chefe da brigada de educação cívica afecto no posto administrativo urbano de Namicopo, cidade de Nampula, Jorge Matias, explicou-nos que desde que o processo de educação cívica arrancou, na semana passada, um número considerável de eleitores foram atingidos e os mesmos prometeram que iriam votar no dia 20 de Novembro.

Mas apesar disso, alguns cidadãos ouvidos pela nossa reportagem continuam duvidosos se vão ou não votar no dia 20 de Novembro. Os nossos entrevistados dizem estar desmotivados, uns porque depois da votação, os vencedores não honram com os compromissos. Uns consideram que os partidos e grupos de cidadão que concorrem nestas eleições, não são suficientemente maduros e um outro grupo de eleitores entrevistados, diz que se recenseou porque queria ter apenas um documento de identificação e não, para propriamente votar.

Importa salientar que para processo eleitoral de 20 de Novembro próximo, a província de Nampula contará com 350 agentes, espalhados pelas 7 cidades e vilas municipais e mais cinco viaturas novas distribuídas aos municípios de Malema, Monapo, Angoche e Nacala-Porto, sendo a quinta destinada à fiscalização.

Enquanto isso, a Comissão Nacional de Eleições confirmou a concorrência nessas eleições ao nível da cidade de Nampula de 4 candidatos vindos da FRELIMO, MDM, PAHUMO e ASSEMONA e 5 partidos nas assembleia Municipal que inclui o PDD.
XS
SM
MD
LG