Links de Acesso

Nampula precisa de 38 milhões de dólares para melhorar as condições de habitação

  • Simião Pongoane

Sede do governo provincial de Nampula

Sede do governo provincial de Nampula

Assentamentos informais nas cidades de Nampula e Nacala-Porto poderão ser transformados em zonas estruturadas.

O governador de Nampula, Victor Borges, apresentou hoje, 08, os desafios de assentamentos humanos das cidades de Nampula e Nacala-Porto na conferência das Nações Unidas, em Pretoria.

Segundo Borges, as duas cidades estão sob forte pressão da população atraída por projectos de desenvolvimento.

O governador disse aos delegados da conferência do Habitat Três que precisa de, pelo menos, 38 milhões de dólares para garantir melhores condições de habitação em Nampula e Nacala-Porto.

Borges disse que Nampula é a província mais populosa de Moçambique, com cinco milhões de habitantes, dos quais cerca de 700 mil vivem na capital provincial.

O Governador explicou que as autoridades moçambicanas pretendem transformar os assentamentos informais em zonas residenciais estruturadas.

As Nações Unidas tem escritórios em Nampula que lidam com assentamentos humanos, num projecto piloto que inclui cinco países. Foi nessa base que o governador foi convidado

XS
SM
MD
LG