Links de Acesso

Nampula luta contra tráfico de albinos

  • Adina Sualehe

Foto de arquivo

Foto de arquivo

A violência contra os albinos começa a ganhar contornos preocupantes em Nampula, onde foram registados nos últimos meses nove casos de tráfico.

Adelicia Nicocora, da Associação Amor à Vida, constituída maioritariamente por pessoas com problemas de pigmentação na pele, disse que os seus associados vivem com muito medo.

"Se esta situação prevalecer, nunca mais será visto um albino na rua", disse Nicocora, que alertou que, por terem medo de raptos, as crianças estão a abandonar a escola.

Mitos e costumes que indicam que parte dos órgãos de pessoas com albinismo são fontes de riqueza são as principais causas dos ataques aos albinos.

A população acusa alguns praticantes de medicina tradicional de fomentarem os mitos.

Mas para o presidente da Associação dos Médicos Tradicionais de Moçambique - Nampula, Evaristo Jacinto, isso não é verdade. "A medicina tradicional em nenhuma parte do Mundo reconhece a pessoas com albinismo como fonte de riqueza," disse.

A Igreja Católica, através do vigário geral, padre Jacinto António Augusto, defende que o Governo deve aplicar a lei e respeitar os direitos humanos, porque os albinos são pessoas com direito à vida.

O Governo da província criou uma equipa para combater o fenómeno, que já iniciou actividades educativas.

XS
SM
MD
LG