Links de Acesso

Polícia dispara contra mototaxis no Lubango

  • Armando Chicoca

Kupapatas

Kupapatas

"O que se passou na cidade do Lubango é motivo mais do que suficiente para o Governador Marcelino Tyipingue e o Comandante Provincial da Policia Nacional auto demitirem-se dos cargos, se de facto também têm coração", desafia Manuel Brito, da Associação de Estudantes Universitários no Namibe.

A província do Namibe recebeu um número elevado de kupapatas, ou mototaxis, que fogem das balas policiais na cidade do Lubango. Celestino um dos jovens moto taxistas do Lubango, bairro Nambambi, já respira de alivio, nas terras da mulher mucubal disse que sobrevive da actividade de mototáxi na cidade do Lubango.

Descreveu, por outro lado, de preocupante a situação vivida na cidade do Cristo Rei, onde o gosto pelo gatilho em plena Páscoa e em comemoração do 13º aniversário da paz em Angola, três dos seus companheiros foram mortos a tiro.

Os kupapatas do Lubango fogem para as províncias vizinhas, nomeadamente Namibe e Cunene. João Cambambi diz ter recebido uma comunicação de seus colegas do Lubango que, segundo ele, prometem chegar ao Namibe pcom mais de 100 mototaxistas.

O secretário provincial da Unita no Namibe Ricardo Ekupa de Noé Tuyula deplora o sucedido e diz que a policia deve privilegiar a sociedade civil no diálogo com esta franja da população.

O Comando Provincial do Namibe da Policia Nacional, em parceria com a Amotrange, na procura de dar dignidade aos mototaxistas, deu por terminada nos últimos dias a primeira fase de formação de 904 mototaxistas sobre o código de estrada, ao passo que a policia no Cunene, também em parceria com a Amotrang, já formaram 164 moto taxistas que esperam receber as respectivas cartas de condução a custo zero.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG