Links de Acesso

Namibe: Filas de madrugada à procura de alimentos

  • Armando Chicoca

Arroz dexou de fazer parte da dieta alimentar devido à escassez e ao alto preço.

Na cidade do Namibe formam-se agora filas a partir das quatro horas da madrugada em frente aos principais armazéns para se tentar obter bens alimentares.

Em conversa com a VOA, vários cidadãos disseram que há mais de três meses que o arroz deixou de fazer parte da dieta alimentar devido à escassez e, também ao seu, alto preço.

Um saco de 25 quilos de arroz está a ser comercializado nove mil kwanzas contra cinco nos meses anteriores.

Quanto ao dólar americano, no mercado informal a nota de 100 dólares disparou para 75 mil kwanzas, não obstante muitos cambistas terem sido afastadois da rua.

XS
SM
MD
LG