Links de Acesso

Nova ponte facilita ligação entre o Namíbe e o Lubango

  • Armando Chicoca

A nova ponte sobre o Rio Munhino, no Namibe

A nova ponte sobre o Rio Munhino, no Namibe

A construção da ponte sobre o rio Muninho abre caminho para uma nova via

As Províncias do Namíbe e a cidade do Lubango, na Província da Huíla, contam agora com uma estrada alternativa visando ultrapassar constrangimentos resultantes do deslizamento de pedras na Estrada Nacional 280, junto da Serra da Leba, na época chuvosa.

Os constrangimentos das enxurradas do ano passado, com deslizamento de grandes pedras sobre o tapete asfáltico na Leba, causando intransitabilidade na via, deixou uma lição, sobre a qual, sem estrada alternativa na ligação com a cidade do Lubango, as duas capitais correm o risco de um dia ficarem incomunicáveis via terrestre por algum tempo.


A governadora do Namibe Cândida Celeste da Silva, durante a inauguração da ponte sobre o Rio Munhino

A governadora do Namibe Cândida Celeste da Silva, durante a inauguração da ponte sobre o Rio Munhino


A construção da ponte de raiz sobre o Rio Muninho na Comuna com o mesmo nome, Município da Bibala, entregue ontem ao governo da Província, a cargo da empreiteira Chinesa é o ponto de partida desta estrada alternativa á Leba

O empreiteiro chinês considera a ponte agora entregue, mais valia que vai catapultar o desenvolvimento social e económico dos autóctones do interior da província.E não só em tempo de enxurradas a ponte servirá de trampolim para a ligação segura com a Huíla e outras províncias.

As comunidades locais que, no ano passado, ficaram isoladas e privadas de assistência médico-medicamentosa devido às cheias rejubilaram dizendo que, em definitivo terminou o pesadelo que constituía constrangimento na livre circulação de pessoas e bens dos autóctones do interior da província com a cidade do Namibe.

O Soba do Munhino, Mukulamessa Deixalá, disse, que no ano passado, a população local sofreu com a intransitabilidade das vias devido às cheias e manifesta-se satisfeito com a obra.Disse ele:"Eu agradeço porque, no tempo de chuvas as pessoas estavam privadas de circular.Agora,quando têm pessoa doente já é possível recorrer ao Hospital do Namibe".

O director das Obras Públicas e Urbanismo,o arquitecto Carlos de Sá, disse que o empreiteiro respeitou os parâmetros internacionais.

A governadora Cândida Celeste da Silva rebuscou o passado recente em que o Rio Munhino, no tempo das cheias, se constituiu num grande embaraço para a sua governação, impedindo o acesso aos bens a população."Acábamos de realizar um sonho que há muito tempo a população da Bibala pedia: a construção da ponte sobre o rio Munhino. Durante muito tempo, passávamos por cima de água neste rio. Tivemos muitos problemas, destruição de viaturas, a população impedida de transitar de um para outro, no ano passado o problema foi ainda mais grave com as cheia,recordou a governante.

XS
SM
MD
LG