Links de Acesso

Namibe: Assassinato de moto-taxista caiu no esquecimento

  • Armando Chicoca

Vice-presidente do Sinprof do Namibe,Manuel de Vitoria Pereira

Vice-presidente do Sinprof do Namibe,Manuel de Vitoria Pereira

“A sociedade civil angolana e a do Lubango, ate hoje não sabe do desfecho deste caso"

19 Jan, 2011 - O caso do assassinato do moto-taxista Manuel Kakenda, no ano transacto na cidade do Lubango, por um agente da corporação policial e, concomitantemente, a detenção dos colegas do malogrado, quando estes pretendia manifestar publicamente o sucedido e confinados caiu, até hoje, num aparente esquecimento. O vice-presidente do Sindicato de Professores ”SINPROF,” Manuel de Vitoria Pereira, chama à reflexão os lideres influentes da sociedade civil angolana, para que estejam mais unidos em torno do apoio das vitimas da injustiça.

“A sociedade civil angolana e a do Lubango, até hoje, não sabe do desfecho deste caso da morte de Manuel Kakenda abatido a tiro pela policia na cidade do Lubango. Não sou membro da Amotrang: Mas, acho que deve haver solidariedade com aqueles injustiçados e sem possibilidades de recurso financeiro para constituição de um advogado,” disse.

Manuel de Vitoria Pereira disse ainda que "um dos aspectos que doem é ausência de reacção e solidariedade para com os fracos. Os camponeses que perdem as suas lavras, os cidadãos que perdem suas casas e outros injustiçados, todos tèm o direito de reagir".

XS
SM
MD
LG