Links de Acesso

Nairobi: Protestos contra a morte de defensor dos direitos humanos


Polícia queniana é acusada de atitudes agressivas

Polícia queniana é acusada de atitudes agressivas

Cerca de 300 pessoas manifestaram-se, hoje, em Nairobi, capital do Quénia, contra o que chamam execução extrajudicial pela polícia do defensor dos direitos humanos Willie Kimani, seu cliente e motorista.

Os manifestantes transportavam um caixão e tinham camisetes e disticos exigindo o fim de execuções extrajudiciais e a demissão do ministro do interior Joseph Nkaissery.

O advogado Willie Kimani; seu cliente, Josephat Mwendwa; e o motorista Joseph Muiruri, foram encontrados mortos na semana passada.

As autoridades prometeram investigar e prender qualquer polícia envolvido no assassinato.

Kimani e Muiruri trabalhavam também para a International Justice Mission, uma organização com sede nos Estdos Unidos.

XS
SM
MD
LG