Links de Acesso

Músicos reagem a greve de fome de Luaty Beirão

  • Manuel José

Luaty Beirão

Luaty Beirão

Outros dizem não estar preocupado com uma eventual morte de Beirão.

A greve de fome de um dos 15 activistas acusados de conspiração para derrubar o Governo angolano está a provocar uma crescente reacção na sociedade civil.

Músicos já expressaram a sua opinião sobre a greve de fome de Luaty Beirão cujo nome artístico é Ikonoklasta e que se tornou conhecido como Brigadeiro Mata-Frakuxz.

O músico angolano a residir no exterior Waldemar Bastos postou na sua página no facebook uma carta endereçada ao Presidente da República em que pede que Santos interceda no assunto com urgência, para evitar que aconteça o pior com a vida de um angolano.

Calado Show, humorista e também musico, mostrou-se solidário com o caso de Luaty Beirão, apoiado também pelo rapper MCK.

“Afinal um Estado democrático e de Direito quer calar os seus filhos?”, interrogou MCK.

Já o musico Yuri da Cunha questionado por uma admiradora sobre o que achava do caso do seu colega Luaty Beirão, respondeu que tem 35 anos de idade e nunca se meteu na política.

Mas há outras posições.

Aniceto Cunha, assessor do segundo secretário da JMPLA em Luanda, disse não estar perturbado com a possibilidade de Luaty Beirão morrer pois este sabe quais são as consequências de uma greve de fome.

Este militante da JMPLA disse ainda que em termos numéricos Luaty é uma ínfima parte do povo angolano e podia ser sacrificado em prol de um bem maior .

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG