Links de Acesso

Presidente da UA diz que África pode abandonar Tribunal de Haia


Presidente Robert Mugabe

Presidente Robert Mugabe

O novo presidente da União Africana, Robert Mugabe, anunciou que África pode desvincular-se do Tribunal Penal Internacional (TPI) e propôs a criação de um Tribunal de Justiça e Direitos Humanos para África. A decisão pode ser formalizada em Junho, na próxima cimeira da organização.

Na Cimeira da União Africana, que terminou no fim-de-semana, os líderes africanos exigiram que o Tribunal Penal Internacional (TPI) deixe de perseguir as lideranças africanas e cancele ou suspenda os processos que pendem sobre alguns altos dirigentes do continente, como o Presidente Omar Bashir, do Sudão, e o vice-presidente queniano William Ruto. A União Africana acusa o Tribunal Penal Internacional de visar os líderes africanos de forma desproporcional.

Até agora o Tribunal indiciou apenas líderes africanos, embora metade dos oito casos que tem em mãos tenham sido encaminhados ao TPI pelos próprios governos africanos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG