Links de Acesso

Mugabe eleito de acordo com legislação do Zimbabué

  • Sebastian Mhofu

Robert Mugabe

Robert Mugabe

Tribunal rejeita recurso do MDC e reafirma vitoria de Mugabe

O Supremo Tribunal do Zimbabué rejeitou a acção judicial formulada contra a eleição o mês passado do Presidente Robert Mugabe.

O presidente do Supremo Tribunal afirmou perante uma sala do tribunal repleta, que Mugabe tinha sido eleito de acordo com a legislação do Zimbabué.


A decisão foi anunciada após a recusa da acção apresentada pelo primeiro-ministro Morgan Tsvangirai, que perdeu o sufrágio de 31 de Julho.

Terrence Hussein o advogado de Mugabe, manifestou agrado pela decisão, referindo que trazia estabilidade e certeza, sendo possível avançar, pois é conhecido que Mugabe é o presidente nos próximos cinco anos.

Robert Mugabe vai prestar juramento o mais tardar até quinta-feira, prolongando assim o regime de 33 anos sobre o Zimbabué, por mais cinco anos.

O dirigente de 89 anos de idade não prestou juramento apesar da Comissão Eleitoral Zimbabueana ter declarado a sua vitória sobre o primeiro-ministro Tsvangirai, com 61 por cento dos sufrágios contra 34 por cento.

Todavia o porta-voz do MDC de Tvsangirai, Douglas Mwonzora sustenta que o sufrágio foi roubado.

O advogado do MDC recorda que o partido tinha retirado a contestação judicial, e que não foi feita justiça, não reconhecendo o sufrágio.

A semana passada Tsvangirai retirara a contestação judicial, protestando pela recusa por parte da Comissão Eleitoral em entregar os materiais que tinham sido utilizados na votação.

Um tribunal de instância inferior recomendou à entidade judicial para considerar as recentes declarações de Tsvangirai como sendo à revelia do tribunal.
XS
SM
MD
LG