Links de Acesso

Quadros da Renamo vão reunir-se em Quelimane

  • João Santa Rita

Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama diz que FRELIMO não respeita acordos de paz. Dhlakama vai discursar no aniversário dos acordos para pedir um "novo acordo"

Quadros superiores do maior partido da oposição de Moçambique, RENAMO, vão reunir-se a partir de Segunda-feira na cidade de Quelimane para analisar a situação no país, disse o presidente da organização Afonston Dhlakama.




A reunião vai culminar com um comício de Dhlakama nessa cidade no dia 4 para assinalar o vigésimo aniversário dos acordos de paz que puseram fim à guerra civil que devastou o país.

Numa entrevista à Voz da América Dhlakama disse que embora valores democráticos tenham sido introduzidos em Moçambique a FRELIMO não tem respeitado os acordos assinados pelo que quer um novo acordo para assegurar a democracia a gerações futuras.

A reunião da RENAMO segue-se ao Congresso da FRELIMO que se realizou na cidade de Pemba.

Ironicamente a municipalidade de Quelimane é agora controlada pelo Movimento Democrático de Moçambique um partido formado inicialmente com base em dissidentes da RENAMO
XS
SM
MD
LG