Links de Acesso

Nampula: 20 agentes da polícia expulsos acusados de corrupção

  • Faizal Ibramugy

Blindado da policia de Moçambique em Nampula

Blindado da policia de Moçambique em Nampula

O comandante-geral da polícia moçambicana, Jorge Khalau, anunciou as expulsões em Nampula

Em Nampula, pelo menos 20 agentes da polícia, alguns dos quais ocupando cargos de chefia, foram expulsos da corporação durante o ano passado na sequência do seu envolvimento em crimes organizados e actos de corrupção.

O comandante-geral da polícia moçambicana, Jorge Khalau, anunciou as expulsões em Nampula durante uma cerimónia de patenteamento de 74 agentes da polícia.

Jorge Khalau disse que a polícia moçambicana mostra-se intolerante a qualquer acto criminal ou de corrupção praticado por agentes da corporação.

Pediu que os agentes da polícia brilhem todos os dias, cumprindo com as regras de disciplina e negando a corrupção e o envolvimento em esquemas do crime organizado que o país tem vindo a registar.

Khalau disse que “não é permissível que um agente da polícia faça o aluguer de armas de fogo e venda de munições aos criminosos”.

Num outro desenvolvimento, Jorge Khalau disse que estar satisfeito com o desempenho da polícia ao nível de província de Nampula.

O comandante-geral disse que a polícia de Nampula é heróica, porque num momento de aflição, conseguiu desalojar os ex-guerilheiros da Renamo e tomar de assalto a delegação política daquela organização na cidade de Nampula no passado dia 8 de Março de 2012.

XS
SM
MD
LG