Links de Acesso

Supostos raptores detidos pela polícia moçambicana


As autoridades detiveram um grupo supostamente envolvido na vaga de raptos de familiares de empresários abastados.

As autoridades moçambicanas detiveram um grupo de pessoas supostamente envolvidas na vaga de raptos de familiares de empresários de origem asiática. A polícia deteve e apresentou publicamente cinco pessoas duas das quais mulheres, suspeitas de envolvimento nos raptos de cidadãos ligados a empresários abastados.
Um dos indivíduos foi mortalmente alvejado pela polícia durante o processo de perseguição dos suspeitos raptores.
É a segunda vez em que a polícia apresenta publicamente pessoas detidas em ligação com a onda de raptos que assola a cidade e a província de Maputo.
O comando geral da polícia diz que prosseguem investigações para encontrar outros membros da quadrilha.
“Nós estamos a trabalhar sobre os dados possíveis que nos vão conduzir a responder fielmente a algumas questões ligadas aos raptos. Neste momento estamos a trabalhar com esta fonte disponível” – disse Raúl Freia, do comando-geral da polícia.
Na semana passada, o governo foi muito pressionado por vários grupos de muçulmanos para travar a criminalidade, sobretudo os raptos de cidadãos que ocorrem na cidade e província de Maputo. Os muçulmanos ameaçaram paralisar o comércio durante três dias em todo o país em protesto contra a alegada falta de acção por parte da polícia.


A manifestação só foi desconvocada depois de um encontro frente-a-frente entre o presidente da república, Armando Guebuza, e um grupo de muçulmanos.
Segundo o grupo, o chefe de estado prometeu empenhar-se pessoalmente no combate ao crime, através de instituições relevantes com a polícia à cabeça.
A captura e apresentação dos cinco suspeitos poderá aliviar a pressão sobre o chefe de estado e o governo. Mas ao que tudo indica, os cérebros dos raptos ainda não foram detidos e poderão continuar em acção, até porque há fortes suspeitas de que alguns agentes da polícia estariam ligados ao sindicato criminoso, o que torna difícil a sua eliminação total.
XS
SM
MD
LG