Links de Acesso

Raptores de Mair Latifo Apanham 17 Anos de Cadeia


Raptores de Mair Latifo Apanham 17 Anos de Cadeia

Raptores de Mair Latifo Apanham 17 Anos de Cadeia

Em Moçambique, o Tribunal Judicial da Província de Nampula condenou a penas de 17 anos de prisão os autores do rapto do filho de um conhecido comerciante local ocorrido a 12 de Fevereiro deste ano.

Segundo a sentença, ficou provado que, na manhã, de 12 de Fevereiro, o menor Mair Abdul Latifo foi colocado na situação de refém, exigindo-se ao pai, para a sua libertação, o valor inicial de seis milhões de meticais. Também ficou provado que o crime foi orquestrado numa instância turística localizada nos arredores da cidade de Nampula, entre os dois co-réus e o principal promotor do crime, um indivíduo identificado pelo nome de Yachin e que se encontra ainda em fuga.

Os réus presentes em tribunal, Eusébio Baptista (mais conhecido por Abade) e Paiva Ferreira, foram condenados a penas de prisão de 17 anos e meio e 17 anos, respectivamente, por se ter provado o seu envolvimento no cometimento de cinco tipos legais de crime, com o rapto e manutenção em cativeiro do menor Mair Abdul Latifo, filho de um conceituado empresário de Nampula.

Ficou também provado que, para a libertação do menor, os réus receberam do pai da vítima dois milhões e quinhentos mil meticais, valor que foi levado pelo próprio ofendido num saco e de motorizada, conforme exigência dos malfeitores, na noite do terceiro dia após ao rapto.

XS
SM
MD
LG