Links de Acesso

Há um milhão e 800 mil crianças órfãs e vulneráveis em Moçambique


Há um milhão e 800 mil crianças órfãs e vulneráveis em Moçambique

Há um milhão e 800 mil crianças órfãs e vulneráveis em Moçambique

Existem 24 mil famílias chefiadas por crianças, havendo, pelo menos, cinco mil a viver na rua

Um quadro social precário

Moçambique tem um milhão e 200 mil crianças órfãs e outras 600 mil em situação considerada vulnerável. De acordo com a dra Úrsula Pais, especialista da protecção à criança da UNICEF-Moçambique, apenas 13 mil crianças se encontram em centros de acolhimento institucional. Num quadro social considerado grave e precário, sabe-se ao certo que, em Moçambique, existem 24 mil famílias chefiadas por crianças, havendo, pelo menos, cinco mil a viver na rua, onde a situação de sobrevivência é difícil.

O alerta foi lançado pela agência da ONU a propósito do Dia da Criança Africana, que se comemora hoje, data que a UNICEF considera ser "uma oportunidade quer para a celebração quer para a reflexão" sobre a situação dos miúdos de rua em Moçambique.

"As crianças moçambicanas enfrentam muitos desafios, mas o país está a realizar progressos nos direitos das crianças", diz aquela instituição, sublinhando, porém, que "as que vivem na rua são mais vulneráveis à exploração, prostituição e abuso do que as que vivem com os seus pais ou outros membros da sua família".

XS
SM
MD
LG