Links de Acesso

Moçambique vai alargar plataforma continental


Pedido foi feito à comissão da ONU sobre a plataforma continental

Moçambique aguarda por uma decisão das Nações Unidas a um seu pedido para alargamento da plataforma continental.




A plataforma continental compreende o leito e o subsolo das áreas submarinas até uma distância de 200 milhas marítimas contadas a partir das margens, mas a ONU concede aos Estados costeiros a prerrogativa de estenderem a sua plataforma continental para além das 200 milhas.

Isso dá direito aos estados de explorarem esse sub solo algo que em muitos casos se revela uma fonte de riqueza.

A decisão de aprovar ou não o pedido pertence à Comissão das Nações Unidas sobre os Limites da Plataforma Continental.
Embora na zona sul, onde foi pedido o alargamento, não haja choques de interesse com outros países, no que diz respeito ao norte Moçambique já teve que negociar acordos de partilha dessas zonas com as Comores tendo ainda que negociar com Madagáscar.

Outro problema a que Moçambique faz face, juntamente com outros países em
desenvolvimento, é a falta de recursos para proteger as suas águas territoriais.

O especialista em direito marítimo Elísio Jamine, disse à Voz da America que Moçambique tem tentado colmatar esta lacuna com acordos com países vizinhos como a Tanzania e Comores.
XS
SM
MD
LG