Links de Acesso

Movimento Revolucionário recusa-se a debater com JMPLA

  • Coque Mukuta

Jovens manifestam-se

Jovens manifestam-se

Jovens querem falar com o PR ou o ministro do Interior

Os jovens do chamado Movimento Revolucionário e vários activistas encontraram-se na última semana com a direcção da JMPLA em Luanda, a pedido da juventude do partido no poder. No encontro, os jovens disseram ter informado que apenas falariam com o ministro do Interior ou com o Presidente angolano.

O desafio da JMPLA visava saber quais são as razões das manifestações dos activistas e jovens do Movimento Revolucionário.

Segundo Adolfo Campos, o objectivo das suas reivindicações é a destituição do Presidente angolano José Eduardo dos Santos. É que, para Campos, não é possível de derrotar um ditador em nenhum pleito eleitoral: “Nunca vai ser concretizada a saída do Presidente por via de eleições e por isso o nosso objectivo é a retirada do Presidente porque o povo está a sofrer”.

Campos disse que não haverá qualquer debate com a JMPLA pelo facto de a organização juvenil do partido no poder não ter capacidade de absorver os problemas da juventude angolana.

“Fomos lá apenas para dizer que o nosso debate não pode ser com a JMPLA, mas sim com o Presidente ou com o ministro do interior”, concluiu Adolfo Campos.

A VOA tentou o contacto com primeiro secretário da JMPLA de Luanda Tomás Mumbundo que disse não estar disponível para qualquer entrevista.

Recorde-se que nos últimos meses, jovens do denominado Movimento Revolucionário e vários activistas têm convocado e organizado marchas, manifestações e protestos contra a política do Governo e a pedir a demissão do Presidente angolano por considerar que há falta de liberdade e democracia no país.

Em resposta, além das manifestações e marchas não terem sido autorizadas, a polícia tem impedido qualquer tipo de protesto, detido, batido e enviado para longe de Luandas muitos activistas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG