Links de Acesso

Morto primeiro jihadista português de origem cabo-verdiana na Síria

  • VOA Português

Terá sido morto por ataques da coligação liderada pelos EUA.

Sandro “Funa”, de 36 anos, português de origem cabo-verdiana, é a primeira baixa entre os jihadistas portugueses que integram as fileiras do auto-proclamado Estado Islâmico (EI) e combatem na Síria.

A sua morte, na sequência de ferimentos graves devido a um bombardeamento aéreo, ocorreu, segundo os serviços de segurança, no final de Outubro, e é já do conhecimento da família. Morreu pouco mais de nove meses depois de ter entrado em território sírio via Turquia.

Segundo o jornal português Público, Sandro, nascido em Portugal e de origem cabo-verdiana, rumou dos arredores de Lisboa, da linha de Sintra, para Londres em 2007. Na capital britânica converteu-se ao Islão e foi numa das mesquitas daquela cidade que teve um processo de radicalização que o levou ao EI. No início deste ano entrou na Síria para combater.

XS
SM
MD
LG