Links de Acesso

Moradores do Kilamba revoltados com aumento dos preços das casas

  • Coque Mukuta

 Kilamba, Luanda

Kilamba, Luanda

Administração pede que paguem rendas de 2014 e 2015.

Os moradores de Cacuaco, Capari, 44, Vida Pacifica, e Kilamba estão em pé de guerra com a nova empresa gestora daquelas centralidades, a Emogestin, na sequência de um comunicado do seu presidente Rui Cruz na passada sexta-feira, que lhes deu até o dia 30 de Maio para pagar dois anos de renda.

Quando compraram os apartamentos em 2013, os moradores pagaram um ano de renda, mas devido à mudança da empresa gestora e de problemas administrativos não fizeram o pagamento de 2014. Agora, a empresa quer que paguem tanto o ano anterior como o de 2015.

Um cidadão que quis ser identificado apenas por Fernandes diz que os cidadãos não podem pagar pela desorganização das próprias instituições.

“Se eles estão desorganizados não é culpa nossa e nós não podemos pagar pelos erros deles”. disse.

Outro morador Carlos Lau, conta as voltas que teve que dar para tentar pagar o dinheiro de 2014, mas sem qualquer sucesso. “Este gestor não pode se sentir todo-poderoso, bastou acordar mal e está a exigir às pessoas a pagarem de uma só vez, as coisas não funcionam assim”, disse Lau que acusa a Emogestin de abuso.

Por seu lado, o jurista David Mendes considera que os moradores apenas devem pagar o ano de 2014 porque a lei não prevê o pagamento antecipado de mensalidades.

“Apenas se pode pagar o ano vencido e não o ano não-vencido”, defendeu o advogado que lembra que lei admite o pagamento até o dia 8 de cada mês.

De recordar que existe uma nova tabela de preços dos apartamentos nas centralidades em função da queda do kwanza em relação às divisas, o que fez aumentar os preços.

XS
SM
MD
LG