Links de Acesso

Mina mata e fere gravemente crianças na Huíla

  • Teodoro Albano

Crianças faziam trabalho comunitário para recuperar burro do avô apreendido pelas autoridades.

Uma criança morreu e cinco outras ficaram feridas, três delas em estado grave, devido à explosão de uma mina no município da Matala, na província da Huíla.

As crianças encontravam-se a descapinar um campo como trabalho comunitário para reaverem um burro do seu avô apreendido pelas autoridades locais.

A mão de uma das crianças foi amputada, disse uma fonte hospitalar.

Ese é o segundo acidente com minas no espaço de três anos no município da Matala.

As três vítimas em estado grave foram encaminhadas para a cidade do Lubango onde recebem socorro médico no hospital geral Dr. António Agostinho Neto.

O enfermeiro Manuel Domingos confirmou a morte de uma das crinças e a amputação da mão de outra.

O tio de uma das vítimas António Tchivinda disse que o acidente ocorreu quando as crianças faziam o trabalho de sacha do capim a mando dos Serviços técnicos da Administração municipal na tentativa de recuperar o burro do avô apreendido pelas autoridades.

“Os serviços comunitários pedem 30.000 kwanzas para entregarem o burro e o mais velho não tinha, já que é assim os serviços comunitários mandaram ir capinar, e lá as crianças encontram a mina”, revelou.

A VOA tentou sem sucesso ouvir as autoridades que superintendem o processo de desminagem na Matala, que está sob a alçada da brigada de desminagem das Forças Armadas Angolanas.

O anterior acidente com minas na Matala aconteceu em Outubro de 2012 na comuna do Mulondo, a 125 quilómetros a sul do município e vitimou quatro pessoas.

XS
SM
MD
LG